estatuaHDP.png
estatua_hdp2.jpg

Nasceu em Castelo Branco a 22 de Novembro de 1911, mas as suas raízes familiares eram de Alpiarça. Aqui fez a escola primária seguindo o liceu em Santarém.

Licenciou-se em Medicina no Porto, tendo sido durante o curso presidente da Associação Profissional dos Estudantes de Medicina do Porto.

 

Casou-se em Lisboa com Maria Luísa Paciência Gaspar e foi pai de 2 filhos e avô de 3 netos.

Depois da sua especialização em Oftalmologia, no Instituto Gama Pinto, exerceu alguns anos nas Caldas da Rainha, mas foi em Alpiarça que se estabeleceu. Abriu consultório na antiga cada dos pais (hoje salão de provas da Casa Paciência) e durante toda a vida de médico deu consultas gratuitas ao povo de Alpiarça. Segundo as suas palavras, "queria pôr os meus conhecimentos à disposição das pessoas da terra, principalmente aos mais desfavorecidos".

FOTO 6..jpg
estatua_hdp.jpg

Interessou-se pela actividade agrícola, preocupando-se sempre com a contemporaneidade do conhecimento da viti-vinicultura.

Construiu uma adega que ainda hoje, 60 anos depois, continua moderna e funcional, trabalhando com as máquinas e equipamentos de origem em perfeitas condições.

Paralelamente, as suas preocupações sociais levaram-no a ser militante ativo do Movimento de Devolução do legado Relvas ao povo de Alpiarça, que foi conseguido no Supremo Tribunal de Justiça. Manteve-se durante 25 anos à frente da administração do legado Relvas e sempre a título gracioso. Acompanhou a construção da Instituição para os idosos de Alpiarça e a abertura da Casa Museu dos Patudos. 

A Instituição José Relvas foi considerada nessa época modelo e exemplo da assistência continuada a idosos em Portugal.

Inst Jose Relvas.png
Casa Museu Patudos.png
Casa Museu Patudos2.png
Casa Museu Patudos3.png